You are currently viewing Semana de Moda Paris: Confira os destaques para 2022.

Semana de Moda Paris: Confira os destaques para 2022.

Semana de Moda Paris: Confira os destaques para 2022 com o Blog da Lu. Desde que a pandemia surgiu os desfiles presenciais foram prejudicados, e agora um dos eventos mais importantes do mundo fashion volta a ser presencial.

Entre os dias 28 de fevereiro e 8 de março no Carrousel du Louvre na capital francesa se tornou a capital da moda.

Paris Fashion Week contou com a presença de inúmeras celebridades, inclusive brasileiras, e muitos outros nomes já consagrados dentro da indústria da moda.

A História da Semana de Moda

O intuito de uma semana de moda (fashion week, em inglês) é que os estilistas mostrem suas criações para o mercado. Os circuitos mais famosos são realizados nas seguintes cidades: Nova York, Milão, Londres e Paris.

Em 1943 foi realizado em Nova York a Press Week, que foi um esboço das Fashion Week que conhecemos atualmente, seu objetivo era mostrar ao mundo as coleções parisienses para quem não pode viajar para o exterior, já que a Europa estava vivendo a turbulência da 2ª Guerra Mundial.

O sucesso foi tanto que outras cidades se organizaram para terem seus próprios eventos, e hoje o mercado da moda movimenta mais de US$525 bilhões por ano.

Confira os destaques da Semana de moda

A Semana de Moda Paris trouxe muitas novidades para a temporada: cores extravagantes, brilho, transparência e uma homanagem a Virgil Abloh, diretor criativo da Louis Vuitton e da Off White, que morreu em 2021 vítima de um câncer.

Descubra os destaques da semana de moda Paris e os que as grifes levaram para as passarelas:

Brilho e Transparência

A Coperni está em alta, depois que Gigi Hadid usou a famigerada bolsa de vidro, a it-bag se tornou o assunto do momento. Além disso, o item marcou presença no tapete vermelho do Grammy e nas mãos de Kyle Jenner.

Embora o acessório ainda divida opiniões entre os críticos, para o desfile a marca trouxe para Paris muita transparência juntamente com as lantejoulas.

De maneira idêntica, a italiana Valentino, que se mantem bem longe das bolsas de vidro, trouxe transparência e uma mescla de tecidos de renda.

Tudo indica que os looks noturnos se aproveitarão bastante das criações de ambas as grifes.

Simultaneamente, a Lu Acessórios , sempre antenada as novas tendências, trás todo o brilho da Semana de Moda para a sua nova coleção Golden Era.

Confira em nosso perfil oficial no Instagram @lu_acessoriosoficial.

Sobreposição de peças

Pensando na coleção Outono/Inverno 2022, o destaque aqui fica para as sobreposições de peças, ou seja, pode sim usar calças debaixo dos vestidos.

A versão da Marant é um jeans casual com presença mais marcante,

Em seguida, subiu nas passarelas o desfile da Courréges, marca francesa fundada por Andre Courréges, a aposta foi numa versão social do jeans, com tecidos mais fluídos e muito couro.

Tweed

Um dos desfiles mais aguardados é, sem dúvida, da Chanel. A grife fundada por Gabriele (Coco) Chanel é uma das mais conceituadas do mundo e já produziu peças icônicas (quem não conhece perfume Chanel nº5?)

A inspiração da coleção ficou por conta de um tecido atemporal, o Tweed. Marcando presença tanto nas peças de alfaiataria clássica, maxi- jaquetas e maxi-casacos.

Ao mesmo tempo que prova o quanto as apropriações do guarda roupa masculino idealizadas por Coco Chanel se mantém atuais.

Tweed foi criado no final do século XIX na região do rio Tweed ,na Escócia, e por isso o tecido acabou recebendo o mesmo nome.

Combinação de texturas

“Não se deve temer a sensualidade”,essas são as palavras da diretora criativa da centenária grife Hérmes, Nadège Vanhee-Cybulski.

A feminilidade clássica e sofisticada foi o ponto alto do desfile da marca. Acima de tudo, a tradição equestre foi mantida na coleção, com isso, vemos botas de montaria com meias de seda. Além de outros itens como:

  • Casacos luxuosos, jaquetas e malhas
  • Brilho e opacidade
  • Transparência e listras
  • Couro e materiais elásticos

A diferença entre moda e estilo.

Afinal, o fato de uma peça estar na moda a torna obrigatória em meu guarda roupa?

A resposta é, definitivamente, NÃO.

Não há segredo nesse quesito: se uma peça, tecido ou estampa está nas passarelas mundo afora não significa que combina com seu estilo.

Apesar disso, não é incomum você comprar uma roupa “porque todo mundo está usando” e ela acabar esquecida no fundo da gaveta, sem utilidade.

Devemos aprender a filtrar todas as referências que vemos nos desfiles, separe o que combina com você, o que se adapta ao seu estilo de vida e ao clima da sua região.

Assim, você fará compras mais inteligentes e não cederá a um consumismo desenfreado.

E você, gostou de conferir os destaques da Semana de Moda Paris para 2022?

Conte para nós, e não perca os próximos conteúdos do Blog da Lu, até mais!

Deixe um comentário